Sintomas de gastrite: saiba quais os principais!

  • Home
  • Saúde
  • Sintomas de gastrite: saiba quais os principais!

Sensação de queimação e dor no estômago: esses podem ser sintomas de gastrite, uma inflamação que acomete a mucosa estomacal interna, e que pode ser causada por diferentes fatores. É um problema que exige tratamento, pois quando a condição se torna crônica ela pode desencadear úlceras e até câncer.

Quer saber como reconhecer o problema e que medidas tomar para preveni-lo e viver melhor? Então não perca nosso post e entenda quais são os fatores de risco para a gastrite e as formas de tratamento dessa inflamação. Boa leitura!

Quais as causas da gastrite?

Quando se fala em gastrite, é preciso esclarecer que ela pode atingir toda a mucosa estomacal ou somente um pedaço dela. Além disso, pode ser aguda, aqueles casos em que surgem de repente, ou crônica, quando se estende por meses ou anos.

A inflamação pode ainda ser intensa, sem que haja dano ao revestimento estomacal, ou ser mais branda, porém causando lesão na parede do órgão. Da mesma maneira que o problema se apresenta de formas diferentes, as causas também variam, visto que ele pode ser desencadeado por:

  • fatores genéticos;
  • uso excessivo de anti-inflamatórios;
  • consumo exagerado de álcool;
  • tabagismo, pois as substâncias do cigarro elevam a produção dos ácidos estomacais;
  • consumo excessivo de cafeína;
  • alimentação rica em itens ácidos;
  • consumo de alimentos muito gordurosos;
  • doenças autoimunes, como a Doença de Crohn.

Bactéria Helicobacter pylori

A maioria dos casos de gastrite são provocados pela bactéria Helicobacter pylori, que se instala abaixo da camada de muco do estômago e libera uma enzima que modifica o pH das regiões próximas.

Assim, quando esse micro-organismo se multiplica no órgão, ocorre uma reação inflamatória. Se o corpo não consegue combatê-lo, ocorre uma corrosão do revestimento do estômago, que passa a sofrer com a ação do ácido gástrico. Está inciada a gastrite. A bactéria pode ser contraída do consumo de água e alimentos contaminados e também de pessoa para a pessoa.

Estresse

É importante destacar, ainda, que uma das causas da gastrite não tem a ver com alimentação ou uso abusivo de medicamentos. O desconforto pode surgir em decorrência do estresse, quadro que recebe o nome de gastrite nervosa.

Isso ocorre, pois, em momentos de tensão, há uma liberação dos hormônios cortisol e adrenalina, que aumentam a produção de ácido pelo estômago.

Quais os principais sintomas?

Muitas pessoas têm a inflamação, mas não apresentam os sinais. No entanto, há quem fique com a qualidade de vida prejudicada com os sintomas de gastrite, que podem ser:

  • queimação;
  • náuseas;
  • dor intensa na barriga;
  • enjoos;
  • arrotos frequentes;
  • perda de peso;
  • sensação de estômago muito cheio;
  • vômitos;
  • sangue nas fezes;
  • dor de cabeça;
  • mal-estar.

Quando o paciente sente algum desconforto na região abdominal, que não passa em alguns dias, é importante procurar ajuda médica para que, no caso da gastrite, a condição aguda não se torne crônica, o que pode tornar o tempo de tratamento maior.

Como é o diagnóstico e o tratamento?

Ao sentir os sintomas de gastrite, é necessário procurar um gastroenterologista. O médico vai ouvir as queixas do paciente, além de tentar entender como é a alimentação, quais medicamentos ele toma e descobrir outros hábitos, como o consumo de bebidas alcoólicas, uso de cigarro e até se a pessoa passa por situações estressantes com frequência.

Diagnóstico

Para fazer o diagnóstico, o médico vai solicitar a realização de uma endoscopia. Trata-se de um exame no qual se utiliza uma microcâmera que percorre o caminho da boca até o estômago do paciente, apontando se há ou não inflamações no revestimento do órgão. Quem tiver que fazer o procedimento pode ficar tranquilo, pois a pessoa fica sedada.

Para saber se a inflamação é por conta da H. pylori, durante o exame, o médico já colhe um material para a biópsia, que será analisado para descobrir se a bactéria está alojada no local.

Tratamento

O tratamento vai depender da causa da gastrite, mas, em geral, é recomendado modificar alguns hábitos alimentares para aliviar o desconforto. É necessário evitar frutas e sucos mais ácidos, pratos gordurosos, refrigerantes, café, chocolate e outros itens doces. É que o açúcar fermenta no estômago estimulando a produção de ácido.

O médico pode receitar ainda antiácidos para conter o incômodo e até antibióticos, no caso de o diagnóstico apontar a presença da H. pylori.

Em pacientes que sofrem com a gastrite nervosa, a solução é conter a tensão com psicoterapia, prática regular de exercício físico e até atividades relaxantes, como ioga e meditação.

Quando o tratamento tem sucesso, em três semanas, em média, o paciente fica curado: esse é o tempo que o estômago leva para se restabelecer da inflamação.

Como prevenir o problema?

Agora que você já conhece os principais sintomas de gastrite e viu como ela pode atrapalhar a qualidade de vida e evoluir para doenças mais graves, precisa conhecer as formas de prevenção dessa inflamação. Veja a seguir:

  • mude a alimentação, reduzindo itens que vão provocar um aumento dos ácidos no estômago, como alimentos picantes, ácidos, muito doces e gordurosos;
  • reduza o consumo de cafeína;
  • não fique muito tempo em jejum, pois com isso há um acúmulo dos ácidos no estômago;
  • coma devagar, mastigando bem os alimentos, pois a digestão começa na boca;
  • não fume;
  • beba álcool com moderação;
  • consuma alimentos que estejam higienizados corretamente e de procedência conhecida;
  • não descuide da higiene pessoal, lavando a mão com frequência;
  • nunca se automedique, pois alguns fármacos, quando consumidos sem orientação médica, podem agredir o estômago causando a gastrite;
  • viva mais tranquilo, evitando situações de estresse;
  • faça o check-up médico anualmente.

Com os sintomas de gastrite não se brinca, por isso fique de olho em caso de qualquer desconforto estomacal. Procurar um médico, fazer os exames necessários e seguir o tratamento vai combater a inflamação, permitindo que você volte a ter qualidade de vida.

Conseguimos esclarecer os principais pontos em relação à gastrite? Caso tenha alguma dúvida, deixe um comentário no post que, em breve, responderemos!

Grupo Infinita

No blog da Infinita - Diagnóstico por Imagem você encontra os melhores conteúdos sobre saúde, qualidade de vida, exames, diagnósticos e prevenção de doenças.

Deixe um comentário