Exames preventivos para mulheres: quais são e quando fazer?

Algumas doenças que atingem as mulheres têm números preocupantes em alguns países. A boa notícia é que muitas dessas enfermidades podem ser tratadas — ou mesmo evitadas — quando com os cuidados adequados antecipados.

Se você se preocupa com seu bem-estar e o das mulheres ao seu redor, vale saber quais exames são importantes nesse contexto. Assim, é mais fácil se adiantar a eventuais problemas de saúde futuros.

Neste post, apresentamos alguns dos principais exames preventivos para mulheres que devem ser realizados periodicamente. Com eles, é possível prevenir ou combater certas dificuldades. Boa leitura! 

Alguns dos principais exames preventivos para mulheres

Veja a lista a seguir, saiba mais sobre os exames e anote as dicas!

Papanicolau 

O papanicolau é um exame preventivo essencial para as mulheres. É feito com a ajuda de uma espátula especial, que é usada para coletar material uterino que será analisado em laboratório.

Sua principal função é detectar doenças relacionadas a infecções por fungos, verrugas e herpes genitais. Além disso, é fundamental para diagnosticar o câncer de colo do útero. É recomendável fazer o exame anualmente, apos o início da atividade sexual. 

Mamografia 

Infelizmente, o câncer de mama é uma das doenças que mais mata mulheres no mundo. No entanto, com alguns cuidados precoces, é totalmente possível preveni-lo. Toda mulher deve fazer o autoexame de mamas, em casa mesmo, por meio do toque e de observações.

Esse procedimento é essencial, mas não substitui a mamografia. É com ela que se faz o primeiro diagnóstico. Após analisá-la, o médico indica o tratamento. A mamografia é um raio-X das mamas que permite detectar nódulos ou outras anormalidades na região. Deve ser feito anualmente e a idade mínima depende do histórico familiar da paciente. 

Ultrassom transvaginal 

Outro procedimento importante na lista de exames preventivos para mulheres é o ultrassom transvaginal. Nele, um pequeno aparelho é introduzido na vagina e envia ondas que reproduzem as imagens internas do útero, dos ovários, das trompas de falópio, do colo do útero e de outros órgãos. 

Essas fotografias permitem diagnosticar problemas na região pélvica, como infecções, cistos, gravidez ectópica, câncer e endometriose, por exemplo. Geralmente, o exame é feito após incômodos, dores, infertilidade e sangramentos incomuns. No entanto, ele pode ser solicitado em outros momentos, como para o monitoramento da gravidez

Densitometria óssea 

A osteoporose atinge, em sua maioria, mulheres idosas. Os fatores para o surgimento dessa enfermidade são muitos: de má alimentação a sedentarismo, passando por históricos familiares.

Uma das formas de diagnosticá-la é por meio de exames preventivos, como a densitometria óssea. Esse procedimento se caracteriza por um raio-X que permite medir a densidade dos ossos e avaliar possíveis perdas de massa, principal sintoma da doença. Deve ser realizado anualmente após a menopausa. 

Esses são alguns dos principais exames preventivos para mulheres que ajudam a diagnosticar doenças comuns no sexo feminino. Eles são fundamentais para a saúde e podem salvar vidas. Conscientize outras mulheres a procurarem seus médicos e laboratórios

Gostou deste post? Se você se preocupa com sua saúde e seu bem-estar, e precisa fazer exames preventivos, entre em contato conosco e conheça nossos serviços.

Grupo Infinita

Grupo Infinita

No blog da Infinita - Diagnóstico por Imagem você encontra os melhores conteúdos sobre saúde, qualidade de vida, exames, diagnósticos e prevenção de doenças.

Deixe um comentário

Share This