O que é indispensável saber sobre câncer de próstata? Confira!

O câncer de próstata é mais incidente em países desenvolvidos. No Brasil, esse é o segundo câncer com maior incidência na população total e entre os homens só perde para o câncer de pele não-melanoma.

Os progressos tecnológicos nos exames diagnósticos e o avanço da informática podem explicar o aumento na incidência desse tipo de câncer aqui e no mundo. Além disso, com aumento da expectativa de vida da população mundial, observa-se que a ocorrência é ainda maior em homens com mais de 65 anos (75% dos casos que ocorrem no mundo). No entanto, o câncer de próstata tem cura, sobretudo se for descoberto logo no início.

Neste post, vamos explicar o que é o câncer de próstata, quais são seus sintomas e fatores de risco, bem como mostrar formas tanto de tratá-lo quanto de preveni-lo. Continue com a gente e saiba mais sobre o assunto. Boa leitura!

O que é o câncer de próstata?

O homem possui um pequeno órgão chamado próstata, que está localizado na bexiga, próximo à parte final do intestino grosso. Essa glândula envolve a uretra e tem como função a produção dos nutrientes que compõem o sêmen, que é o líquido secretado pelos homens durante a relação sexual no qual estão contidos os espermatozoides, que são as células reprodutivas masculinas.

Muitos homens estão cercados por preconceito e falta de informação e, por essa razão, não fazem os exames de rotina que podem diagnosticar o câncer de próstata.

Em 2018, uma estimativa indicou que houve um aumento de casos da doença no Brasil. Considerada a segunda maior causa dos óbitos entre os homens, foram registradas mais de 14 mil mortes. Por esse motivo, é fundamental que sejam feitos exames de rotina para que o diagnóstico seja precoce.

Quais são os sintomas?

O câncer de próstata pode ser assintomático, além de ter um desenvolvimento lento num primeiro estágio da doença. Dessa forma, o diagnóstico precoce pode ser decisivo para o início do tratamento.

Como o estágio inicial não apresenta sinais, isso pode ser confundido com o desenvolvimento benigno e natural da próstata, o que é comum com o avanço da idade. Entretanto, quando o tumor já está com o crescimento mais avançado, podem surgir os sinais clínicos e os sintomas locais e/ou externos à glândula. Entre esses sinais, estão:

  • passagem dificultosa e dolorosa da urina pelo canal da uretra;
  • interrupção do fluxo da urina com certa dificuldade;
  • urina com fluxo irregular (gotas ou jatos);
  • necessidade de fazer força para urinar;
  • urgência mictória;
  • dor na região lombar e/ou pélvica e nos joelhos;
  • ejaculação dolorosa;
  • dor na área testicular;
  • sangramento pela uretra;
  • presença de sangue na urina e no líquido espermático.

Quais as principais causas e fatores de risco?

A possibilidade de um homem adulto ser diagnosticado com um câncer de próstata é maior quando ele tem idade igual ou superior a 75 anos. Entre os homens que apresentaram o tumor de próstata aqui no Brasil, 90% têm mais de 55 anos.

Isso não significa que a doença não possa surgir bem antes disso. Após os 60 anos, o risco de contrair a doença é muito maior, mas é importante realizar os exames preventivos a partir dos 50 anos, principalmente para os homens que já têm casos diagnosticados na família. Outro fator relevante é a obesidade e o sobrepeso. A falta de atividade física, o álcool e o tabaco também são agravantes.

Como é feito o diagnóstico?

Basicamente, podem ser feitos dois exames para o diagnóstico desse tipo de câncer, assim como a investigação dos sinais e sintomas. Durante o exame de toque retal, o médico urologista, usando luvas e com o dedo lubrificado, apalpa a próstata em toda sua extensão e, a partir disso, faz as análises do tamanho, da forma e da textura da glândula. Esse exame ainda é visto com muito receio pelos homens.

Os altos níveis da proteína, chamada Antígeno Prostático Específico, indicam o desenvolvimento de um câncer de próstata, assim como de outras doenças benignas. O exame de PSA, sigla do nome em inglês dessa proteína produzida pela próstata, pode ser feito pela análise laboratorial do sangue do paciente. 

Quando ocorre alterações no exame de PSA ou no exame de toque retal, o médico responsável indica a realização de uma biópsia, a qual consiste em um exame histológico com a retirada de fragmentos da próstata que serão avaliados a fim de constatar ou não a presença de células tumorais.

Como é possível tratar?

A cirurgia para remoção do tumor na próstata é o primeiro procedimento no tratamento desse câncer. No entanto, ela pode ser associada a outros tratamentos como a radio e a quimioterapia, além de terapia hormonal para a cura completa da doença, mas isso depende de cada caso.

Em situações mais específicas, o tumor pode ser removido cirurgicamente, seguido de radioterapia. Todos esses procedimentos devem ser acompanhados por um urologista e por um oncologista. Além da radioterapia, tratamentos complementares como a terapia hormonal podem ser necessários em caso de propagação do câncer para outros órgãos, a chamada metástase.

O profissional especializado que acompanha o paciente com câncer de próstata escolherá o tratamento mais indicado. Cada caso deve ser analisado individualmente, de acordo com o estágio da doença e a análise clínica do paciente.

Quais são as formas de prevenir o câncer de próstata?

Hábitos saudáveis como a prática regular de atividades físicas, evitar o tabagismo, utilizar bebidas alcoólicas com moderação, manter uma alimentação balanceada com frutas, legumes, vegetais escuros, grãos e cereais e combater o sobrepeso e a obesidade contribuem para a redução da incidência de câncer e outras doenças.

O fato é que o câncer de próstata tem bem mais chances de cura se for diagnosticado logo cedo. Por isso, é fundamental procurar um médico e realizar todos os exames preventivos, como o toque retal e o exame de PSA.

Este texto sobre o câncer de próstata foi útil para você? Então, que tal conferir mais artigos como este? Leia também sobre a importância de um diagnóstico precoce para a sua saúde!

Grupo Infinita

No blog da Infinita - Diagnóstico por Imagem você encontra os melhores conteúdos sobre saúde, qualidade de vida, exames, diagnósticos e prevenção de doenças.

Deixe um comentário